A byAR utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador.

Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies.

Aceitar e continuar

Banhos Islâmicos e Casa Senhorial dos Barreto
Design de ambientes
Realidade aumentada
Produção de conteúdos
Vídeo mapping interativo
Aplicação

Município de Loulé

2022

Em equipa com:

Stripeline

Um edifício em ruínas e um grande quintal guardavam dois grandes segredos. O primeiro, as estruturas de uma casa do séc. XVI, que terá pertencido à família Barreto, senhores do Morgado de Quarteira. O segundo, oculto sob os pavimentos e alicerces desta casa senhorial, era um Hammam (complexo de banhos públicos de época islâmica), único em Portugal pelo seu estado de conservação, contruído e encostado à muralha da mesma época.

 

A elaboração do projeto museográfico do espaço foi adaptado ao projeto de arquitetura, que divide o museu em duas grandes salas: a primeira, que expõe os objetos encontrados ao longo dos vários anos de escavação e um troço da muralha islâmica, observável a partir de uma varanda; na segunda sala encontramos o remanescente da casa senhorial do séc. XV e, abaixo dos pés do visitante, as três salas dos banhos islâmicos. 

099 - Banhos Islâmicos
099 - Banhos Islâmicos

Assim, ao pensarmos no percurso museológico do visitante, criámos uma história que se desenvolve cronologicamente no sentido inverso, isto é, do presente (que vemos em primeiro lugar) para o passado (que se localiza sob o aquele), dividido em três grandes blocos temáticos: a Casa Senhorial do séc. XVI, o edifício mais recente e que terá sido habitada até finais do séc. XVIII; o edifício dos Banhos Islâmicos do séc. XII, que deverá ter sido usado até ao séc. XV; e a Muralha da cidade, enquanto elemento transversal no espaço e no tempo, que deverá ter sido construída a partir de finais do séc. XI.

 

O nosso grande desafio museográfico foi colocado desde logo na primeira sala, dedicada à exposição dos objetos arqueológicos. A verdade é que muitas das peças arqueológicas são apenas pequenos fragmentos de um objeto maior, como por exemplo pontas de lança, pedaços de cerâmicas ou peças de jogos, que queríamos que ganhassem forma através das ilustrações de traço simples, que os complementavam. Por isso criámos ilustrações maiores que dão contexto de ambiente e de espaço aos objetos arqueológicos. Assim, ilustrámos cada vitrine, de forma a que a lança tenha um tamanho real, os pedaços de cerâmica foram transformados em pratos e tigelas, organizadas nas prateleiras da sala e da cozinha; e as pequenas peças do jogo estão expostas no tabuleiro, no seu ambiente lúdico, para ajudar à interpretação e compreensão de todos os visitantes.

099 - Banhos Islâmicos
099 - Banhos Islâmicos

Ao fundo da mesma sala, é possível observarmos parte das ruínas da muralha, desde um balcão. Ao nível dos olhos do visitante, surge uma grande ilustração, que pode parecer complexa a olho nu, mas que ganha contexto através do vídeo mapping sobre ela projetado. A ilustração agrega todas as partes de uma animação que conta a história da muralha, desde o séc. XI até aos dias de hoje, convidando os visitantes a chegar perto do balcão e a observar a muralha, em plano inferior.

099 - Banhos Islâmicos

Ao entrarmos na segunda sala, somos contextualizados sobre os dois edifícios, ao longo dos cinco séculos de história. Na zona dedicada à casa senhorial, foi criado um painel, onde desenhámos as várias fases de construção da casa, ao longo dos tempos, bem como os seus elementos mais característicos, como são o caso dos arcos e colunas, cujas ruínas se encontram ao nível horizontal do visitante. Através de um vídeo mapping, contamos a história da casa ao longo dos séculos, facilitando a interpretação do espaço.

 

Para a zona dedicada ao Hamman, desenvolvemos uma app de realidade aumentada, que vai permitir uma interação entre o visitante e as ruínas que se encontram no nível inferior. Para esta aplicação foram recriadas em 3D a arquitetura original das três salas: quente, tépida e fria. E em cada sala é possível ainda observar o ritual dos banhos públicos, com personagem 3D fazendo a sua higiene. Esta recriação está perfeitamente alinhada com as salas, o que permite uma melhor interpretação do espaço arqueológico.

 

Este é um espaço de memória, onde se conta mais um importante capítulo da história de Loulé.

099 - Banhos Islâmicos
099 - Banhos Islâmicos

Vamos falar?


Ligue-nos:

(+351) 215 921 739
chamada para rede fixa nacional


Ou envie um email

byar@byar.pt

Estamos aqui:


Rua da Manutenção

nº 67, piso 1

1900-320 Lisboa


Praça Coronel Pacheco,

nº2, sala 202

4050-453 Porto

Subscreva a nossa Newsletter:


Política de Privacidade

©2021 byAR. todos os direitos reservados

Website desenvolvido por Bondhabits.
Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile