Museu do Côa
Realidade aumentada
Produção de conteúdos
Vídeo mapping interativo
Realidade virtual
Aplicação

Fundação Côa Parque

2019

Prémios:

APOM 2020: Melhor Museu, nomeação
APOM 2020: Melhor App Multimédia, 1º lugar
ECTN 2020: Destination of Sustainable Cultural Tourism, 3º lugar

Em equipa com:

Stripeline

Image

Desde a sua abertura, em 2010, que a exposição permanente do Museu do Côa não sofria alterações profundas. Porém, as investigações pelo Vale do Côa nunca pararam e foram gerando mais conhecimento sobre a Arte Rupestre. Assim, as incertezas de há 10 anos, hoje certezas, levantaram novas questões que importavam trazer para a exposição permanente.


Em 2019, fomos convidados a desenhar uma narrativa digital para o Museu do Côa, uma nova layer de conhecimento sobre o percurso expositivo existente. Esta nova layer digital foi pensada para que a interpretação das diferentes salas do Museu fosse mais simples, interativa e visual. 

Sabemos que os guias têm um papel fundamental na visita a este Museu e ao seu Parque Arqueológico. Recorrendo ao video mapping, demos novas ferramentas ao guia, e também ao visitante, para poderem, agora, explicar/entender, por exemplo, a razão pela qual Foz Côa tem tamanha concentração de arte rupestre ao ar livre, ou apresentar/explorar as diferentes gravuras e conhecer algumas das animações que na época foram gravadas na rocha.


Através da realidade aumentada, é agora possível, por exemplo, observar uma família do Paleolítico no acampamento ali montado em exposição, conhecer os seus comportamentos da época e tirar selfies ao lado deles. E como a visita ao Museu do Côa só fica realmente completa se visitarmos o seu Parque Arqueológico, utilizámos a realidade virtual para proporcionar a todos os visitantes, mesmo aqueles com mais dificuldades físicas, uma visita virtual aos 3 locais visitáveis do Parque.

Image
Image

E porque o Vale do Côa é sinónimo de arte rupestre e também da luta pela preservação de um património deixado pelos nossos antepassados, o museu em si representa um legado importante.


Por isso mesmo, a equipa responsável pelo desenho desta nova narrativa, propôs-se ainda a dedicar uma sala do Museu a este tema, prestando desta forma a devida homenagem a todos os que lutaram pelo Museu e pelo Parque Arqueológico.

Image